quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

A Volta das Bolsas Vintage

A moda vintage (retrógrada) tem cada vez mais ganhado as passarelas e a preferência de homens e mulheres. Na última São Paulo Fashion Week, a semana de moda mais famosa e badalada do Brasil, as bolsas vintage fizeram sucesso no desfile da talentosa estilista Helô Rocha para a temporada primavera-verão 2017. 

Com inspiração no visual do cangaço, os acessórios têm cores clássicas e com base nos tons marrons detalhados com brilho do próprio tecido ou em bordados. Apesar na prevalência dessas tonalidades escuras, outras cores suaves também fazem parte do estilo, como as bolsas femininas branca, por exemplo. O desfile mostrou que as bolsas femininas vintage podem combinar com praticamente tudo.

Fashionistas usando bolsas femininas vintage com looks atuais.


Um dos maiores clássicos da moda vintage é a bolsa carteiro, esse modelo quadrado e de cor marrom ou caramelo pode ser usado de noite e principalmente de dia. Para looks adequados e muito bonitos, opte por saias compridas ou curtas; vestido fresquinho colorido ou monocromático. Mais uma opção super fashion é a composição de camiseta, saia ou shorts curtos, blazer e sapatos. Nesses casos, o ideal é usar a bolsa na posição transversal.

Fashionistas usando bolsas vintage estilo carteiro com look atual.


Diferente do modo carteiro, as bolsas femininas retrô com formato menos quadrado são as mais indicadas para ocasiões formais, como trabalho do dia a dia e reunião de negócios. A cor marrom permanece, mas o preto também fica excelente. O acessório deve ser carregado pelas mãos por meio das alças menores. Agora, se o seu compromisso for noturno e cheio de barzinhos ou baladas, é preciso bolsas femininas menores e mais práticas. Para isso, opte pela bolsa com extremidades arredondadas, de cor caramelo, bordado e alça transversal. Não existe limitação de roupas para esse modelo; calças, saias, vestidos, camisas, jeans e camiseta; tudo fica muito lindo. Há muitos outros tipos de bolsas femininas vintage, variedade para agradar todos os mais distintos gostos e visuais.

A moda vintage faz com que as diferentes composições de bolsas femininas ao longo do tempo venham à tona. A evolução do acessório é muito surpreendente e bacana. Lá nos anos 60, os modelos eram bem pequeninos, tipo carteira e com tecido verdadeiro de couro animal, além disso, as cores eram básicas (preto e branco) e outras coloridas, como azul royal; rosa; vermelho; entre outras. Já nos anos 70, o movimento hippie adicionou bolsas de tricot, chochet e palha. Mulheres de todas as idades usavam esses estilos.
.
Propaganda dos anos 1970 com bolsas vintage femininas.

Após os anos 70 e contextualizando com a emancipação feminina, novos modelos entraram em uso, como as bolsas femininas em formato de pastas, com aspecto mais prático e feita, principalmente para comportar os documentos e materiais profissionais, ao mesmo tempo em que conferia um estilo mais formal. 

De lá para cá, os modelos só evoluíram, a cada ano, novas bolsas com detalhes e belezas singulares formam o grande destaque dos famosos desfiles de moda. São tipos grandes ou pequenos; com ou sem alças transversais; formatos de saco, sacola, retangular, de disco; alças de corrente ou de tecido; material de couro sintético, palha, lantejoula, enfim. Todos os tipos inspirados em lindas composições do passado e acabamento com traços totalmente contemporâneos. 


VEJA TAMBÉM!



Confira você também